Pesquisadores aprimoram inteligência artificial de computadores

Está sendo trabalhado a aprimoração dos níveis conhecidos como inteligência artificial nos computadores. A ideia dos pesquisadores da Universidade de Tel-Aviv, Israel é ensinar aos computadores algo próximo ao arrependimento, para que eles avaliem os resultados de suas ações, compreendendo se foram positivos ou negativos.

A máquina também tem o propósito de agir para minimizar os efeitos de arrependimento, a fim de aumentar a precisão das ações que realiza. Os cientistas acreditam que, com esses estudos, será possível criar máquinas que analisam todas as variáveis de uma ação antes de tomá-la.

Segundo os pesquisadores, esse recurso permitiria aos computadores “prever” o futuro, avaliando condições climáticas ou do trânsito, por exemplo, e preparando os dados para otimização em tempo real. O interesse da Google, que recentemente passou a financiar as pesquisas, seria o benefício que as novas tecnologias poderiam trazer aos sistemas AdWords e AdSense da empresa, permitindo mais exatidão nas análises para oferta de anúncios.



Uma resposta a Pesquisadores aprimoram inteligência artificial de computadores

  1. João Luiz Jesus de Lara disse:

    ao meu ver as máquinas elas não ganharão uma inteligência igual a nossa mas a rapidez com que as maquinas podem calcular para achar alguma solução é onde está o pulo do gato . Eu pensei em um sistema onde a informação que a máquina esteja recebendo fique sempre voltando para análise do problema e que esse mesmo problema seja dividido em várias sessões e elas voltem para um processador central e esse processador juntando tudo mande em forma de informação para uma tela mas que esse mesmo processador tenha uma área de escape para que a informação fique voltando sempre com alguma modificação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *